Coisas de Mato Grosso

Cuiabá, 22 de Novembro de 2.019

Preencha os dados e assine nossa Newsletter:

Newsletter

Clique

Conheça Mato Grosso!

Saiba mais sobre Mato Grosso e suas cidades.

Prev Next

Cidades / Jauru

Informações

Site Oficial / Official Site / Sitio Oficial: http://www.jauru.mt.gov.br/

População / Population / Población: 10.461 habitantes (IBGE/2010)

Área / Area / Área: 1.221,7 Km²

Distâncias / Distance / Distancias: 425 Km

Limites / Borders / Límites: Barra do Bugres, Indiavaí, Figueirópolis d'Oeste, Vale de São Domingos e Porto Esperidião

Denominação dos Habitantes / Name of Inhabitants / Nombre de los Habitantes: Jauruenses

Aniversário do Município / Anniversary of the City / El nacimiento de la ciudad de: 20 de Setembro

Prefeito / Mayor / Alcalde: Pedro Ferreira

CEP / ZIP: 78255-000

Galeria de Fotos

  • Jauru
  • Jauru
  • Jauru
  • Jauru
  • Jauru
  • Jauru
HISTÓRICO

De acordo com uma pesquisa realizada pela empresa Arapucel Indiavaí e Ombreiras S.A., no período de 12/2001 a 06/2002, é possível contar um pouco da história de Jauru:
O município de Jauru teve sua origem no município de Cáceres, que foi desmembrado de Cuiabá, sob a denominação de Villa de São Luiz do Paraguay, passando depois à Vila Maria e posteriormente São Luiz de Cáceres e por fim Cáceres.

Encontra-se na mesorregião 129 - sudoeste matogrossense, na microrregião 531, denominada Jauru. O relevo dessa área é caracterizado pela depressão do rio Paraguai, na calha do rio Jauru, com 30% de sua área com topografia acidentada, sendo o restante ondulada e plana.

Esse território foi habitado, no passado, por inúmeros povos indígenas, dentre os quais, têm-se notícias dos Nambikwara, Parecis, Bororo.
Atualmente não se encontra povo indígena nessa extensão territorial, no entanto, é comum a população local deparar nos terrenos preparados para o plantio, com objetos que identificam a presença indígena, como cacos de cerâmica e machados de pedra.
Os primeiros homens brancos a passar pela região, parece datar do século XVI, quando os espanhóis, em incursões por terras demarcadas pelo Tratado de Tordesilhas, chegaram até a barra do rio Jauru. A partir daí, outros grupos ou expedições, como a do Paulista Manoel de Campos Bicudo mantiveram contatos com índios da área. Nos tempos da Capitania de Mato Grosso, o rio Jauru teve intensa movimentação, pois esse rio servia de via de transporte para a antiga capital - Villa Bella da Santíssima Trindade. Pode-se dizer que essa era uma região somente de passagem, pois não surgiu nenhum núcleo de povoamento mais avançado.

Somente mais tarde, a partir de 1946, essa região foi realmente povoada. Sob a influência do movimento de colonização e o favorecimento legal, oferecido pelo estado de Mato Grosso, foram vendidos a preços módicos, grandes lotes de terra. Compravam-se terras apenas pelo mapa, desconhecendo totalmente a realidade. Foi a Companhia Comercial de Terras Sul Brasil de Marília (SP) que adquiriu as primeiras glebas de terra na região.
Em 1953, essas terras, localizadas entre o rio Jauru até a altura da confluência do rio Santíssimo, começaram a ser ocupadas. Parte dessas glebas formou a área urbana do atual município de Jauru.
A origem do nome Jauru, deriva da língua Tupi, que significa "Peixe Grande". Inicialmente o município recebeu o nome de "Gleba Paulista", que mais tarde, em função da religiosidade do povo, passou a chamar "Cidade de Deus".
No entanto, talvez pela força do nome do histórico rio Jauru que corta esse território, acabou prevalecendo o nome de "Jauru" para o município.
A partir de 1954 chegaram na área, procedentes de São Paulo, Paraná e Minas Gerais, algumas famílias. Com estas famílias surgiram as primeiras lavouras de café, arroz, milho e feijão.


CRÉDITOS: Mato Grosso e Seus Municípios, Autor: João Carlos vicente Ferreira - Cuiabá: Buriti, 2004. Anuário Estatístico de Mato Grosso 2005, Associação Mato-Grossense dos Municípios-AMM
Data da Publicação: 18/01/2008.

Fonte: www.jauru.mt.gov.br/