Coisas de Mato Grosso

Cuiabá, 20 de Outubro de 2.021

Preencha os dados e assine nossa Newsletter:

Newsletter

Conheça Mato Grosso!

Saiba mais sobre Mato Grosso e suas cidades.

Clique

Prev Next

Notícias

COM RECURSOS DA ALDIR BLANC: Filme com Vera Capilé irá homenagear vítimas da covid-19; saiba como participar

17/09/2021 às 09:00

 
“Fraternal”, curta-metragem com Vera Capilé, irá homenagear as vítimas da covid-19 nos créditos finais. Por este motivo, a produção está reunindo fotos de pessoas que não resistiram ao novo coronavírus. Para homenagear seu ente querido, basta encaminhar as fotografias por email (fraternal.projeto@gmail.com), Instagram (@fraternal.curta) ou WhatsApp (65 99349-8003).


“É uma maneira de cristalizar a memória dos que partiram e também marca uma posição junto aos que ficam, até porque milhares de mortes poderiam ter sido evitadas caso o país tivesse assumido uma política efetiva de controle e prevenção”, avalia o diretor Túlio Paniago, diretor da produção.

As fotografias cedidas também irão compor um mural na página do Instagram do projeto. "É tudo muito recente, uma ferida ainda aberta para as famílias que perderam alguém. A memória e o luto devem ser tratados com extremo respeito e é nesse sentido que a gente pretende fazer esta homenagem”, explica o produtor executivo Leonardo Sant’Ana.

O curta-metragem

O curta-metragem é um drama familiar com alguns alívios cômicos. “É um filme sobre afetos. O afeto entre uma mãe e um filho e como estes são também afetados pela pandemia. Aliás, infelizmente, a morte passou a fazer parte da ordem do dia de todos nós, inclusive é natural se afeiçoar a estas personagens justamente porque elas vivem o que estamos vivendo”, reflete o diretor Túlio Paniago, que também escreveu o curta-metragem.

A produção é estrelada por Vera Capilé e Romeu Benedicto. Vera é uma das principais vozes de Mato Grosso, como também já fez trabalhos ligados ao audiovisual, mas esta é a primeira obra que protagoniza. Por outro lado, Romeu teve que levar em consideração situações passadas da vida do personagem, anteriores ao enredo, durante a construção de Luiz, pois se trata de “uma carga com grande significado na vida do personagem, o que exige um peso dramático desde o primeiro take. É um desafio prazeroso a todo ator”, ressalta.

As gravações da produção foram concluídas no início de março e o filme se encontra no estágio de pós-produção. Devido ao novo coronavírus, toda a equipe foi submetida a testes um dia antes do início das gravações. Vera Capilé, que pertence ao grupo de risco, já havia sido vacinada.


“Fraternal” foi contemplado por um dos editais promovidos pela Lei Aldir Blanc em Cuiabá, executado pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, com apoio do Conselho Municipal de Política Cultural.

Fonte: Da Redação - José Lucas Salvani