Coisas de Mato Grosso

Cuiabá, 21 de Setembro de 2.019

Preencha os dados e assine nossa Newsletter:

Newsletter

Conheça Mato Grosso!

Saiba mais sobre Mato Grosso e suas cidades.

Clique

Prev Next

Notícias

DESTAQUE: Atleta de MT conquista duas medalhas de ouro no Pan e é aposta para as Olimpíadas

13/08/2019 às 06:30

 
A canoísta mato-grossense Ana Sátila Vieira Vargas, 23 anos, conquistou duas medalhas de ouro durante os jogos Pan-Americanos de 2019, sediados em Lima, no Peru. No último dia 4, ela venceu duas provas olímpica de canoagem feminina.

Ana começou a praticar canoagem em um projeto social no Rio das Mortes, em Primavera do Leste, onde nasceu. Ela é canoísta slalom, prática na qual o atleta, com o auxílio de um remo, desce corredeiras e passa por obstáculos naturais ou artificiais. Vence o esportista que cumprir o percurso com menor espaço de tempo e menos penalidades.

As medalhas conquistadas pela atleta, durante o Pan deste ano, constam entre as 171 conquistadas pelo Brasil ao longo da competição – foram 55 de ouro, 45 de prata e 71 de bronze. O país ocupou a segunda colocação do ranking mundial da competição, que foi encerrada no domingo (11).

A atleta era vista como a favorita nas disputas. Conforme o site Globo Esporte, ela não cometeu erros e saiu consagrada durante a disputa. Ana é, atualmente, a terceira do ranking mundial em sua modalidade e é citada entre os melhores do mundo há, pelo menos, seis anos.

No Pan-Americano de Lima, ela venceu as disputas de canoagem nas categorias C1 slalom feminino e a não-olímpica do K1 extremo. Ana já havia conquistado ouro no feminino no C1 durante o Pan de Toronto, no Canadá, em 2015. Desta forma, tornou-se bicampeã na disputa no Pan.

Neste ano, a atleta venceu a prova do C1 com o tempo de 95s35, sem penalidades. A prata foi da canadense Lois Betteridge (102s95), e o bronze ficou com a americana Michaela Corcoran (10s73).

Conforme o Globo Esporte, ela também havia se saído bem no K1 em 2015, conquistando a prata. Neste ano, teve desempenho melhor.

Emocionada com as conquistas, Ana disse, em entrevista ao Globo Esporte, que dedicava a vitória à família e ao namorado. "Esse Pan vai entrar para a história. Estou muito feliz. Esse circuito é muito difícil, então estou muito, muito contente, tive uma boa vantagem. Na semi também foram oito segundos. Fiquei focada em continuar minha descida e fazer uma prova sem penalidades, fiquei muito feliz por ser tanto tempo", comentou, pouco após a vitória.


Em Tóquio

Nas Olimpíadas de Tóquio, no próximo ano, a canoagem C1 do slalom, especialidade de Ana Sátila, vai estrear na disputa mundial. A mato-grossense é considerada uma das principais apostas na prática.

Fonte: RD News