Coisas de Mato Grosso

Cuiabá, 23 de Fevereiro de 2.019

Preencha os dados e assine nossa Newsletter:

Newsletter

Clique

Conheça Mato Grosso!

Saiba mais sobre Mato Grosso e suas cidades.

Prev Next

Notícias

DESTAQUE: Altares da Catedral demolida são destaque na cerimônia de reabertura do Museu de Arte Sacra

09/02/2019 às 11:30

 
Personalidades religiosas e políticas, agentes culturais e entusiastas estiveram presentes na reinauguração.


Após dois longos anos, o Museu de Arte Sacra de Mato Grosso (MAS-MT) está com as portas abertas novamente. Com novas alas, mais acessibilidade e um acervo de valor imensurável, a população poderá visitá-lo de quarta-feira a domingo, sempre das 9h às 17h.

Na cerimônia de reabertura, que começou cerca de 20h, o calor de quase 40° parecia não incomodar os visitantes que transitavam pelas galerias bem iluminadas do velho-novo museu, fundado em 1980.

Ao lado da Igreja do Bom Despacho, no complexo Seminário Nossa Senhora da Conceição, edificado 1858, personalidades políticas e religiosas, agentes culturais e entusiastas estiveram presentes na cerimônia que abalizou a reinauguração deste que é um dos mais importantes patrimônios da tricentenária Cuiabá.

Presente na reabertura do Museu, o governador Mauro Mendes disse que é muito importante para a sociedade valorizar sua cultura e revisitar sua história sempre.

“Nenhum povo é capaz de caminhar em direção ao futuro sem compreender o presente e valorizar o passado. Estamos escrevendo a história agora também. Aquilo que seremos no futuro depende muito da nossa capacidade de compreender os desafios, tomar as decisões certas, arregaçar as mangas e trabalhamos juntos. Hoje estamos dando um passo importante, uma demonstração de que valorizamos e valorizaremos sempre todos aqueles que contribuíram e contribuem para a preservação da nossa cultura”.

Um dos grandes destaques dessa nova fase do Museu é a ala reservada aos retábulos da antiga catedral, Igreja Bom Jesus de Cuiabá. São dois altares dos séculos XVIII e XIX, de 8 metros de altura cada, um neoclássico e outros barroco rococó, expostos pela primeira vez desde que a antiga Catedral foi demolida, em 1968.

A coordenadora do MAS-MT, Viviene Lozi, comemora. “Estamos imensamente felizes por trazer este museu de volta à visitação. E mais felizes ainda por poder entregar também esses retábulos, tão representativos para a nossa história e nossa identidade”.

Segundo ela, há mais novidades pela frente. No aniversário de 300 anos de Cuiabá, serão entregues outros dois retábulos barrocos da antiga Catedral. “Só tenho a agradecer pela confiança que o poder público depositou na instituição que já está à frente do museu há uma década”, referindo-se à Associação dos Produtores Culturais de Mato Grosso.

Para o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec, fa retomada do museu é uma prova de que todos os esforços da atual gestão estarão voltados de maneira bastante sensível para o patrimônio histórico e cultural. "Queremos fazer muito mais pelas artes e pelos agentes da cultura. É certo que já estamos nos organizando para reabrir outros equipamentos culturais tão importantes quanto este”.

Ele ressaltou a importância da restauração dos retábulos, da conservação do acervo de peças de arte sacra e relembrou que o espaço é de uma riqueza histórica ímpar. “Há um século, esta era a morada de Dom Aquino Corrêa e hoje, o Museu salvaguarda parte de sua memorabília e conserva itens que trazem à memória outros importantes períodos da história mato-grossense. É uma honra poder participar deste momento”.

À ocasião da reabertura, foi lançado o livro “Museu de Arte Sacra – Três décadas de Preservação, Valorização e Educação”, publicação que traz toda a historiografia desse museu que completa 39 anos em março. O livro, organizado pelos professores Renilson Rosa, Cristiane Thais do Amaral e pela diretora do MASMT, Viviene Lozi, revela os trabalhos desenvolvidos no museu nas últimas três décadas.

Serviço

O Museu de Arte Sacra de Mato Grosso fica na Praça do Seminário, na Rua Clóvis Hugney, 239, bairro Dom Aquino. Aberto à visitação de quarta-feira a domingo, das 9h às 17h. Ingresso a R$5. Outras informações: (65) 3646-9101

Fonte: Gazeta MT