Coisas de Mato Grosso

Cuiabá, 8 de Abril de 2.020

Preencha os dados e assine nossa Newsletter:

Newsletter

Conheça Mato Grosso!

Saiba mais sobre Mato Grosso e suas cidades.

Clique

Prev Next

Cidades / Santo Antônio do Leverger

Quem?!... Ah, conheço!

Como em toda cidade pequena, em Santo Antônio de Leverger muitas pessoas são mais conhecidas pelo apelido que pelo próprio nome, que jamais será conhecido e se torna algo de menos, pois, muitas vezes o apelido tem mais força e credibilidade que o próprio nome.

Os apelidos são mais comuns entre os homens e surgem em casa, na escola ou no grupo de amigos, como forma de carinho ou zombaria, a partir de uma das características físicas da pessoa. Aqueles apelidos que inicialmente são rejeitados pela pessoa são os que ganham mais força, se solidificam e se tornam populares, naturais e respeitados.

Como os apelidos são únicos e não podem ser copiados, a criatividade é o principal requisito. Alguns apelidos lembram automóveis, aves, peixes, coisas, bebidas, cores, diminutivo, aumentativo, onomatopéias, partido político, enfim, algo que seja o mais inusitado e original possível.

Relacionar as pessoas aos apelidos seguintes é algo extremamente fácil. Vejamos: Fuscão, Jipe, Trator... Curiangu, Graia, Rolinha, Pato, Coruja, Pica-Pau, Papagaio, Curió, Sabiá, Baguá, Piru, Azulão... Piau, Pacu, Cacharinha, Jereba, Sauá, Barbado, Jaú, Arraia, Rubafo, Escamoso, Piranhinha... Carneiro, Sapo, Bugio, Gato, Tigrão, Jacaré, Chacal, Mula, Preá, Ratinho, Tourinho, Cão, Pônei... Coca, Café, Guaraná... Preto, Pretinho, Vermeinho, Branca, Branco, Brancão, Branquinha, Rosinha, Nega...Cacau, Quibe, Abóbra... Fumaça, Mola, Pilar, Cobertor, Farpa, Cipó, Rico... Totinho, Ganchinho, Nizinho, Zelinho, Nequinho, Michinho, Tijolinho, Barraquinha, Caveirinha, Cabecinha, Palinham, Doquinha, Filinha, Nharinha, Bugrinha, Nizinha, Piquitita... Tinhão, Furão, Cotão, Pindão, Buiaião, Rubão... Tchidoca, Tchimi, Batchó, Madjó, Djijo, Badjidjo, Djagoné, Djadjo, Tchjiquete, Bitcho, Djito, Dji, Tchapera, Tchalo, Tchuça, Tchupão, Tódja, Tchetché, Tchorero, Ratcha, Itcho, Gadjego, Badjé, Tchéia, Sinhá, Sinhara, Nhaia, Nhambi, Xuxa, Xaxa, Xá-Dóia, Xinxa, Guincha, Pitchu, Puçá... Boliviano, Gaúcho, Pernambuco, Paraguai, Japão, China... JJ, JS, JB, JR, GG... Doca, Dino, Dudu, Dundo, Didi, Dubi... Filó, Genu, Milu, Juca, Juju... Nine, Neco, Neca, Nico, Nhonhô, Nhôca, Nhô-Nico, Nhô-Vi, Nheim... Curi, Cuca, Catu, Catito, Batico, Baticva, Beleti, Gordo, Jango, Quitita... Pupo, Pepe, Poá. Puúca, Pare, Peró, Puru, Pilo, Pitu, Pivô, Pijo, Pis,20Pingo... Reis, Barroso, Tafarel, Escobar, Amaral, Macedo... Lalá, Lelé, Lole, Lola, Lero, Liró. Liga... Ieiê, Fiito, Bidu, Bidi, Badu, Bardé, Biruca... Sú, Sulica, Sindoca... Mó, Jô, To, Tu, Tim, Tutu, Titi, Tite, Teté, Titã, Tinda, Teta, Tonhá, Toco, Tuio, Tuíta, Tieta... Né, Nê, Nana, Nenê, Nono, Mimi, Moça... Coro, Cote, Calu, Duli, Ita, Ica, Iço... Zazá, Zizi, Liça, Lili... Éto, Kélo, Kiko, Vavo, Véfo, Veio, Pê, Peco, Ego, Beu, Baú, Bô, Dil, Deel, Dez, Gru, Gal... Trick-Trick, He-Man, Mister Bean, Sting, Simpson, Pêck, Kid, Dark... Saborosa, Sarica, Corcorã, Penote, Pelego, Peleco, Borori, Boca, Manqüeba, Torto, Rasga, Ripe, Cocudo, Mamusca, Uruca, Delegado, Dotor, Buiú, Quatá, Bagacera, Gambé, Cabo-Homem, Enche-Boca, Pinga-Fogo, Baixinho da Kaiser, Caixa-d´água...

Algumas pessoas desfrutam do privilégio de terem outro nome como apelido: Quitéria, Seu Alcino, Seu Nilo, Ugo, D. Zeuda, Neizinho, Aquiles, Meire...

Para comemorar os 107 anos de Santo Antônio de Leverger, fica registrada esta homenagem a todos esses ilustres cidadãos e cidadãs que, além de fazerem parte da história e do patrimônio cultural local, amam este torrão e contribuem para o engrandecimento da eterna cidade-menina.


José do Carmo Marques Fontes
Licenciado em Pedagogia e Letras pela UFMT
Professor de Língua Portuguesa e Língua Inglesa