Coisas de Mato Grosso

Cuiabá, 17 de Janeiro de 2.019

Preencha os dados e assine nossa Newsletter:

Newsletter

Clique

Conheça Mato Grosso!

Saiba mais sobre Mato Grosso e suas cidades.

Prev Next

Cidades / Curvelândia

Informações

Site Oficial / Official Site / Sitio Oficial: http://www.curvelandia.mt.gov.br

População / Population / Población: 4.898 habitantes (IBGE/2010)

Área / Area / Área: 375,8 Km²

Distâncias / Distance / Distancias: 311 Km

Limites / Borders / Límites: Cáceres, Mirassol D' Oeste e Lambari D' Oeste.

Denominação dos Habitantes / Name of Inhabitants / Nombre de los Habitantes: Curvelandeses

Aniversário do Município / Anniversary of the City / El nacimiento de la ciudad de: 28 de Janeiro

Prefeito / Mayor / Alcalde: Sidnei Custodio da Silva

CEP / ZIP: 78237-000

Galeria de Fotos

  • Curvelândia
  • Curvelândia
  • Curvelândia
  • Curvelândia
  • Curvelândia
  • Curvelândia
HISTÓRICO

A primitiva denominação do lugar foi "Curva do Boi", posteriormente alterada para Curvelândia.
Segundo depoimento do deputado José Lacerda, o nome Curva do Boi surgiu na década de setenta: "...vinha uma comitiva de bois da região de Rio Branco, eu era um dos boiadeiros, quando de repente, na curva surgiu um ônibus da empresa TUT, atropelando nove bois, a partir deste fato o ponto passou a ser conhecido como Curva do Boi".
A história do lugar está intimamente ligada a duas personalidades da política mato-grossense, que não militavam na política na época do acidente, o então açougueiro e mais tarde brilhante advogado e deputado, José Lacerda, e ao ainda empresário do ramo de transporte rodoviário e também deputado Amador Tut.
O município de Curvelândia foi criado pela Lei Estadual nº 6.981, de 28 de janeiro de 1998, de autoria do deputado com território desmembrado dos municípios de Cáceres, Mirassol d`Oeste e Lambari d`Oeste.
Por ocasião da consulta plebiscitária inúmeros moradores do lugar manifestaram-se favoravelmente em documento enviado à Assembléia, dentre os quais os 15 primeiros nomes foram os seguintes: Airton Correia de Araújo, Edivan Gonçalves Ferreira, Valdemar Franco, Romildo Santana, Aparecido Pereira da Silva, Maria Pereira Lima Leal, Cleonisce Farias, Manoel Moura, Henrique Bissoli, José R. Pereira, Elias Mendes Leal, Elias Mendes Leal Filho, Vicente Rodrigues de Moura, José de Araújo e José Pedro da Silva.
Em 19 de junho de 1995, em documento assinado pelos vereadores de Lambari d`Oeste, srs. José Siviero, José Guilherme de Sene e Izaías Domingos, a Câmara Municipal daquele município aprovou moção de repúdio sobre a criação do município de Curvelândia, alegando que o município havia investido maciçamente nas áreas de saúde, educação, telefonia e malha viária, não havendo, portanto, necessidade da emancipação.
A primitiva denominação do lugar foi "Curva do Boi", posteriormente alterada para Curvelândia.
Segundo depoimento do deputado José Lacerda, o nome Curva do Boi surgiu na década de setenta: "...vinha uma comitiva de bois da região de Rio Branco, eu era um dos boiadeiros, quando de repente, na curva surgiu um ônibus da empresa TUT, atropelando nove bois, a partir deste fato o ponto passou a ser conhecido como Curva do Boi".
A história do lugar está intimamente ligada a duas personalidades da política mato-grossense, que não militavam na política na época do acidente, o então açougueiro e mais tarde brilhante advogado e deputado, José Lacerda, e ao ainda empresário do ramo de transporte rodoviário e também deputado Amador Tut.
O município de Curvelândia foi criado pela Lei Estadual nº 6.981, de 28 de janeiro de 1998, de autoria do deputado com território desmembrado dos municípios de Cáceres, Mirassol d`Oeste e Lambari d`Oeste.
Por ocasião da consulta plebiscitária inúmeros moradores do lugar manifestaram-se favoravelmente em documento enviado à Assembléia, dentre os quais os 15 primeiros nomes foram os seguintes: Airton Correia de Araújo, Edivan Gonçalves Ferreira, Valdemar Franco, Romildo Santana, Aparecido Pereira da Silva, Maria Pereira Lima Leal, Cleonisce Farias, Manoel Moura, Henrique Bissoli, José R. Pereira, Elias Mendes Leal, Elias Mendes Leal Filho, Vicente Rodrigues de Moura, José de Araújo e José Pedro da Silva.
Em 19 de junho de 1995, em documento assinado pelos vereadores de Lambari d`Oeste, srs. José Siviero, José Guilherme de Sene e Izaías Domingos, a Câmara Municipal daquele município aprovou moção de repúdio sobre a criação do município de Curvelândia, alegando que o município havia investido maciçamente nas áreas de saúde, educação, telefonia e malha viária, não havendo, portanto, necessidade da emancipação.
Nesta mesma época outro documento de repúdio surgiu, desta feita da prefeitura municipal, assinado pelo prefeito Carlos Batista da Silva, "...ao desmembramento arbitrário de aproximadamente 1/3 da área territorial do município de Lambari d`Oeste".
Por ocasião da criação do município o sr. Antônio da Silva Lisboa, morador do então distrito de Curvelândia se prontificou a alugar seu imóvel para instalação da Delegacia de Polícia da localidade. O mesmo procedimento deu-se com Luíz Carlos Jacques, que dispos-se alugar seu imóvel para a instalação da prefeitura municipal. Nas eleições municipais de 3 de outubro de 2000, a primeira do município, foi eleito primeiro prefeito da cidade o sr. Elias Mendes Leal Filho.

Nesta mesma época outro documento de repúdio surgiu, desta feita da prefeitura municipal, assinado pelo prefeito Carlos Batista da Silva, "...ao desmembramento arbitrário de aproximadamente 1/3 da área territorial do município de Lambari d`Oeste".

Por ocasião da criação do município o sr. Antônio da Silva Lisboa, morador do então distrito de Curvelândia se prontificou a alugar seu imóvel para instalação da Delegacia de Polícia da localidade. O mesmo procedimento deu-se com Luíz Carlos Jacques, que dispos-se alugar seu imóvel para a instalação da prefeitura municipal. Nas eleições municipais de 3 de outubro de 2000, a primeira do município, foi eleito primeiro prefeito.

Formação Administrativa

Elevado à categoria de município com a denominação de Curvelândia, pela lei estadual nº
6981, de 28-01-1988, desmembrado de Cáceres, Mirassol d’Oeste e Itambi d’Oeste. Sede no
atual distrito de Curvelândia. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-2001.
Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Fonte: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/matogrosso/curvelandia.pdf