Coisas de Mato Grosso

Cuiabá, 17 de Janeiro de 2.019

Preencha os dados e assine nossa Newsletter:

Newsletter

Clique

Conheça Mato Grosso!

Saiba mais sobre Mato Grosso e suas cidades.

Prev Next

Cidades / Vila Bela da Santíssima Trindade

Informações

Site Oficial / Official Site / Sitio Oficial: http://vilabeladasantissimatrindade.mt.gov.br/

População / Population / Población: 14.491habitantes (IBGE/2010)

Área / Area / Área: 13.679 km²

Distâncias / Distance / Distancias: 521 km

Limites / Borders / Límites: Porto Espiridião, Pontes e Lacerda, Conquista D'Oeste, Nova Lacerda, Comodoro e República da Bolívia.

Denominação dos Habitantes / Name of Inhabitants / Nombre de los Habitantes: Vilabelenses

Aniversário do Município / Anniversary of the City / El nacimiento de la ciudad de: 19 de Março

Prefeito / Mayor / Alcalde: Anderson Andrade

CEP / ZIP: 78245-000

Galeria de Fotos

  • Vila Bela da Santíssima Trindade
  • Vila Bela da Santíssima Trindade
  • Vila Bela da Santíssima Trindade
  • Vila Bela da Santíssima Trindade
  • Vila Bela da Santíssima Trindade
  • Vila Bela da Santíssima Trindade
HISTÓRICO

Primeira capital de Mato Grosso, a pequena Vila Bela da Santíssima Trindade é um dos municípios com maior potencial turístico de Mato Grosso. No centro de Vila Bela, estão as ruínas de uma catedral do período colonial. Ela é um símbolo da cidade e constitui o marco de uma história que começa em 1752 .

Naquela época, a descoberta de riquezas minerais na região do Rio Guaporé fez com que Portugal se apressasse em povoá-la, temendo que os vizinhos espanhóis fizessem o mesmo. Foi, então, criada a Capitania de Mato Grosso e sua capital instalada em 19 de março de 1752 com o nome de Vila Bela da Santíssima Trindade.

Enquanto foi capital, a cidade obteve um progresso muito grande devido aos investimentos em infraestrutura e incentivos fiscais para os novos moradores. No entanto, as dificuldades de povoar a região (distância, doenças, falta de rotas comerciais) e o estabelecimento de um importante centro comercial em Cuiabá acabaram forçando a transferência da capital em 1835.

Os moradores abandonaram a região, deixando casas, estabelecimentos comerciais e escravos para trás. Foram esses escravos abandonados que garantiram a sobrevivência da cidade, constituindo no local uma comunidade negra forte, unida e fiel às suas tradições.


Fonte:
 Wikipédia